• Av. Alcindo Cacela, 1277 - Umarizal
  • +55 (91) 3205-1600
  • Atendimento: Segunda a Sexta - 08h00 às 17h00

Câmara dos Deputados instala Frente Parlamentar da Odontologia

Câmara dos Deputados instala Frente Parlamentar da Odontologia

Foi instalada, oficialmente, nesta quarta-feira (08), na Câmara dos Deputados, a comissão que coordenará a Frente Parlamentar da Odontologia (FPO), presidida pelo deputado Carlos Gaguim (Podemos-TO), que havia recebido o projeto da FPO das mãos do presidente do Conselho Federal de Odontologia (CFO), Juliano do Vale.
O fato é que existem inúmeros projetos de lei de interesse da classe odontológica tramitando no Congresso Nacional que precisam de andamento mais célere e a FPO terá esse papel de auxiliar no acompanhamento e aprovação de forma mais eficaz.


Além do presidente do CFO, Juliano do Vale, estiveram presentes presidentes de diversos Conselhos Regionais de Odontologia, como o presidente do CRO-DF, que falou em nome de todos os Regionais; e o presidente do CRO-PA, Roberto Pires, acompanhado pela presidente da Comissão de Ética do CRO-PA, Giane Bestene.
A FPO é a segunda maior do Congresso Nacional, composta por quase 400 deputados de diversos partidos. “Consolidamos a importância dos profissionais da Odontologia, atendendo ao desejo do presidente do CFO, Juliano do Vale, para a instalação dessa Frente Parlamentar. Podem contar comigo para encaminhar as demandas necessárias entre os legisladores”, enfatizou o deputado e presidente da FPO, Carlos Gaguim.


Para o presidente do CFO, Juliano do Vale, a Odontologia brasileira vive um novo momento. “Estou muito feliz com a participação de todos vocês. Com esse grande apoio parlamentar, vamos conseguir nossos objetivos para fortalecimento das Políticas Públicas de Saúde Bucal. Agradeço a todos os deputados e a todos os colegas que lotam este salão e que nos ajudam a realizar este sonho”, disse o titular do CFO.


O presidente do CRO-PA, Roberto Pires, acredita que com a criação da FPO ficará mais fácil para que os projetos de lei de interesse da Odontologia e da classe odontológica, que estão em tramitação no Congresso Nacional, sejam efetivamente aprovados e sancionados pelo presidente da República. “E quem vai ganhar, na verdade, é a população, é a sociedade, mas, o cirurgião-dentista também ganha, por ter o seu trabalho mais valorizado. Era necessário que fosse criada essa Frente no Congresso Nacional para fomentar as grandes conquistas pelas quais a Odontologia deve ser reconhecida”, opinou Pires.


Na opinião da cirurgiã-dentista e deputada federal Luana Costa, secretária geral da Frente Parlamentar, “Odontologia não é coisa de rico, mas é a base de uma saúde adequada, incluindo os atendimentos hospitalares, em UTIs. Saúde bucal é questão social em nosso país”.


O presidente do CRO-DF, Samir Bajar, afirmou que a criação da FPO é um marco histórico e importante para o fortalecimento de uma Odontologia cada vez mais reconhecida e valorizada. “É com grande satisfação que em nome dos 27 Conselhos Regionais de Odontologia gostaria de agradecer ao deputado Carlos Gaguim o empenho na criação dessa Frente Parlamentar e o apoio expressivo dos quase 400 deputados federais que validaram a criação dessa FPO, expressando uma genuína preocupação com a saúde integral da população e que se unem aos 298.161 cirurgiões-dentistas brasileiros e outros 222.361 profissionais auxiliares totalizando 520.522 profissionais inscritos no Sistema CFO/CROs. Conclamamos todos a aderirem a esta mobilização pela busca por políticas públicas com enfoque na promoção da saúde e universalização do acesso”, disse Bajar em seu pronunciamento. “Não podemos deixar de destacar o papel fundamental dos Conselhos Federal e Regionais de Odontologia nessa busca constante pela melhoria da profissão e de seus profissionais. Portanto esperamos que a Frente Parlamentar prospere e nos auxilie sobremaneira nessa integração harmoniosa entre o Congresso Nacional e a Odontologia, em defesa da classe e principalmente o aprimoramento e a nossa luta constante em busca de melhores serviços prestados à população”, concluiu o presidente do CRO-DF.

Texto: Roberta Vilanova (com informações do CFO e do presidente do CRO-PA Roberto Pires)

Assine Nossa Newsletter

Receba nossos Informativos Semanalmente